Jornal I

•             “A mensagem de Washington”, i, 14 Abril 2010.
•             “A responsabilidade alemã”, i, 7 Abril 2010.
•             “START what?”, i, 27 Março 2010.
•             “A crise que vem por bem”, i, 18 Março 2010.
•             “O PREC turco”, i, 4 Março 2010.
•             “Gordon Brown: o bom, o mau e o vilão”, i, 25 Fevereiro 2010.
•             “Falklands empatam com Malvinas”, i, 19 Fevereiro 2010.
•             “Resultados precisam-se”, i, 18 Fevereiro 2010.
•             “A geração confiscada”, i, 11 Fevereiro 2010.
•             “O julgamento de Kiev”, i, 8 Fevereiro 2010.
•             “Amigos para sempre?”, i, 5 Fevereiro 2010.
•             “Tudo ou nada”, i, 2 Fevereiro 2010.
•             “O estado e o rumo da Administração”, i, 29 Janeiro 2010.
•             “É, outra vez, a economia, estúpido!, i, 28 Janeiro 2010.
•             “Iraque esquecido?”, i, 22 Janeiro 2010.
•             “Pelo Haiti”, i, 16 Janeiro 2010.

•              “A última golpada?”, i, 8 Janeiro 2010.
•             “Não perder o Norte”, i, 5 Janeiro 2010.
•             “Terrorbook”, i, 22 Dezembro 2009.
•             “O cenário é negro”, i, 18 Dezembro 2009.
•             “Corajoso e conservador”, i, 11 Dezembro 2009.
•             “1979: o ano nonsense”, i, 8 Dezembro 2009.
•             “O que faltou em West Point”, i, 4 Dezembro 2009.
•             “A guerra de Obama”, i, 3 Dezembro 2009.
•             “Justiça diletante”, i, 25 Novembro 2009.
•             “Ataque cirúrgico em marcha”, i, 23 Novembro 2009.
•             “As fragilidades de Obama”, i, 19 Novembro 2009.
•             “Um nome à altura da cadeira”, i, 18 Novembro 2009.
•             “O que vai Obama fazer na Ásia”, i, 14 Novembro 2009.
•             “Glória a 1989”, i, 9 Novembro 2009.
•             “Barack Carter?”, i, 4 Novembro 2009.
•             “Mais pragmatismo”, i, 31 Outubro 2009.
•             “Conselho ao jantar”, i, 30 Outubro 2009.
•             “Barroso agradece”, i, 29 Outubro 2009.
•             “Um mundo cruel”, i, 26 Outubro 2009.
•             “Uma guerra necessária”, i, 22 Outubro 2009.
•             “Ainda o Império Otomano”, i, 16 Outubro 2009.
•             “Olimpíadas BRIC”, i, 10 Outubro 2009.
•             “Ultrapassar Lisboa”, i, 3 Outubro 2009.
•             “Com Merkel há um caminho”, i, 28 Setembro 2009.
•             “Sem escudo mas de peito aberto”, i, 19 Setembro 2009.
•             “Dublin no futuro de Barroso”, i, 17 Setembro 2009.
•             “Do 11/9 ao pós-9/11”, i, 11 Setembro 2009.
•             “Realpolitik ou suicídio?”, i, 10 Setembro 2009.
•             “Terror russo”, i, 5 Setembro 2009.
•             “O Japão aqui tão perto”, i, 31 Agosto 2009.
•             “Lições Afegãs”, i, 22 Agosto 2009.
•             “Berlim, Capital da Europa”, i, 18 Agosto 2009.
•             “Varsóvia Renascida”, i, 11 Agosto 2009.
•             “Budapeste, 20 anos depois”, i, 4 Agosto 2009.
•             “Violência e Cepticismo”, i, 23 Julho 2009.
•             “Nova Deli no Pódio”, i, 21 Julho 2009.
•             “A Potência em Declínio”, i, 17 Julho 2009.
•             “E se tudo correr pior?”, i, 14 Julho 2009.
•             “Três Conclusões”, i, 8 Julho 2009.
•             “Estranho Consenso”, i, 2 Julho 2009.
•             “Depois de Timor, a Guiné-Bissau”, i, 30 Junho 2009.
•             “O Irão por dentro e por fora”, i, 24 Junho 2009.
•             “O Início da Ruptura”, i, 16 Junho 2009.
•             “Durão Barroso e a Abstenção”, i, 9 Junho 2009.
•             “Vinte e Sete Leituras”, i, 8 Junho 2009.
•             “A Queda Anunciada”, i, 6 Junho 2009.
•             “Mudança no Afeganistão”, i, 3 Junho 2009.
•             “A Reeleição de Barroso”, i, 13 Maio 2009.
•             “Um ano de Medvedev”, i, 8 Maio 2009.